Ballet Imperial da Rússia

Uma das maiores companhias de balé clássico do mundo em Brasília!

"The Best of Tchaikovsky"
A companhia de dança russa traz a Brasília o espetáculo. Dividida em três atos, a performance começa com O Lago dos Cisnes, passa por A Bela Adormecida e finaliza com Quebra Nozes. O espetáculo acontece no dia 11 de maio, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

Com o espetáculo “The Best of Tchaikovsky”, apresenta trechos dos três mais importantes balés do repertório clássico: “O Lago dos Cisnes”, “A Bela Adormecida” e “O Quebra-Nozes”. O giro passará por São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília, Goiânia, Recife, Fortaleza, Natal, João Pessoa, Ribeirão Preto e Campinas, numa realização da Art Rec Produções.

Criado em 1994 por Gediminas Taranda, estrela do Ballet Bolshoi de 1980 a 1993, o Imperial Russian Ballet reúne artistas vindos das melhores escolas de balé do mundo, como a Ópera de Paris, Teatro Mariinsk, Teatro Bolshoi e American Ballet Theatre. O grupo representa a harmonia e integridade da Escola Russa de Balé, mantendo as tradições e a continuidade daquilo que é passado de geração para geração.

Taranda, diretor artístico do conjunto, é o responsável por realizar as versões que a companhia apresenta, baseadas nas coreografias originais. A principal tendência é o estilo clássico, mas, ao mesmo tempo, as apresentações do grupo apresentam também o estilo moderno - e esse fenômeno foi pioneiro para a Rússia. O repertório é montado com base em uma combinação de explorações artísticas clássicas e modernas.

No elenco de 28 bailarinos que virão ao Brasil, destaque para os solistas Ivan Zviagintsev (que já passou por companhias como Bolshoi, Russian Ballet Theatre e Russian National Ballet); Kseniia Pukhlovskaia (Russian Ballet Theatre e Russian National Ballet); Lina Sheveliova (Teatro Nacional de Ópera e Balé da Moldávia); e Nariman Bekzhanov (Teatro de Ópera e Balé Abay State, no Cazaquistão).

No Imperial Russian Ballet, o talento e a personalidade de todos os profissionais são altamente respeitados. Cada artista do grupo tem a chance de mostrar seu potencial criativo ao máximo.

‘Imperial’ é o nível mais alto na concepção do balé russo, significando o melhor no mundo. Os fundadores do grupo expressaram dessa forma o respeito pela dinastia que deu uma grande contribuição para o desenvolvimento da cultura russa e estabeleceu o sistema dos teatros imperiais, incluindo o Bolshoi e o Mariinsk.

O Imperial Russian Ballet faz turnês por todos os continentes desde sua criação, já tendo passado por países como Japão, Espanha, França, Alemanha, Finlândia, Dubai, Cazaquistão, Nova Zelândia, Austrália, Argentina e Chile. Suas apresentações em Moscou são fixas no Tchaikovsky Concert Hall, no Teatro Mossovet, mas o palco principal do grupo é o Teatro E. Kolobov “New Opera”.

Além da reconhecida qualidade técnica, também cenário, figurino e iluminação merecem atenção especial da companhia, que traz todo o arsenal original direto de Moscou. Para esta turnê, 1,5 tonelada de material cênico e figurinos vem ao Brasil.

O FUNDADOR
Gediminas Taranda é respeitado mundialmente por seus trabalhos teatrais, juntamente com seus empenhos sociais e de caridade. Estrela do Teatro Bolshoi por 13 anos (destaque em "A Idade de Ouro" e "Raymonda", coreografados por Yuri Grigorovich), há 25 anos atua como diretor artístico do Imperial Russian Ballet. Em 2002, Taranda foi presidente do 1º Festival Internacional de Balé de Moscou "Grand Pas", que se transformou no festival oficial anual de balé da cidade. Produziu e coreografou muitas performances, incluindo o premiado filme "Nika", estrelado por Alexei Nemov, ex-ginasta olímpico; “O Lago dos Cisnes na Água" na piscina olímpica em Pequim, "Opera Mania" e "Symphonic Mania", na França.

Ele foi o organizador de eventos culturais para a equipe da Rússia nos Jogos Olímpicos de Atenas, Turim, Pequim, Vancouver e Londres, além de ter sido premiado com uma medalha do Comitê Olímpico Internacional por Promoção do Movimento Olímpico. Gediminas apareceu em inúmeros programas de televisão, incluindo o concurso de boxe beneficente "The King of Ring" e "Ice Age", de Ilia Averbukh, no qual ele dançou no gelo com a campeã mundial e a medalhista olímpica na patinação artística Irina Slutskaya. Em auxílio à caridade, Gediminas organizou bailes russos e europeus e participou de promoções dedicadas à luta contra a Aids e o câncer em todo o mundo.

A ideia de criar o “Imperial Russian Ballet” nasceu há 24 anos durante os shows de aniversário no Japão, Maya Plisetskaya, programa brilhante que foi preparado por Gediminas Taranda. O nome do grupo é uma homenagem à família imperial da Rússia, que fez uma enorme contribuição para o desenvolvimento da cultura russa, incluindo a criação dos teatros Bolshoi e Mariinsky.

Ao longo de todos os anos da equipe, os artistas vêm trabalhando como treinadores (instrutores).  O diretor artístico - Gediminas Taranda - não é só um excelente bailarino, sua carreira docente pode ser chamada de vocação e talento especial. Com o “Imperial Russian Ballet” há a cooperação com bailarinos e bailarinos de renome internacional, incluindo Maya Plisetskaya, Patrick Dupont (Ópera de Paris, França), Farukh Ruzimatov Julia Mahalina e Diana Vishneva (Teatro Mariinsky), Nikolay Tsiskaridze, Lyudmila Semenyaka, Galina Stepanenko, Anastasia, Andrew Mercury e Nadezhda Pavlova, Svetlana Zakharova (Teatro Bolshoi), Denis e Anastasia Matvienko (Teatro Mikhailovsky), Vladimir Malakhov e Julia Kent (Teatro de Balé Americano), Lucia Lakarra e Cyril Pierre (Bávaro Ballet, Munique), Maria Kochetkov ( San Francisco Ballet) Tamie Kusakari (Japão) e muitos outros.

Em todos os anos de existência, a equipe estava cheia de trabalho duro, missões criativas, descobertas e merecidas vitórias. Os espectadores do "Imperial Russian Ballet" viram em seu palco: Rússia, Japão, Espanha, Áustria, Finlândia, Portugal, Chile, Argentina, Uruguai, Alemanha, França, Itália, Suíça, Luxemburgo, Lituânia, Estônia, Canadá, Israel, China, Grécia, Eslovênia Croácia, Ucrânia, Cazaquistão, Bielorrússia, EUA, Líbano, Chipre, Dubai, Malta, Tunísia, Turquia, Tailândia, Singapura, México, África do Sul, Nova Zelândia e Austrália.

O “Imperial Russian Ballet”, em 2002, tornou-se o organizador do “Primeiro Festival Internacional de Balé de Moscou Grand Pas”, a inspiração veio do diretor Gediminas Taranda.

HISTÓRICO
Nos últimos anos, o “Imperial Russian Ballet” foi membro da Gala “Dream II” (Japão, 1998). Na Lituânia, foi organizador e participante do Festival Trakai de Música e Dança (1999, 2001, 2002), “Millennium” - tour, gala - Estados Unidos (1998-2000), Festival Sodetskisa, Lituânia (2000, 2001, 2002) , o festival “Slavic Bazaar” Vitebsk (2000.2006), o festival de dança “Istria” Croácia (2003 - 2010), o Festival de Artes, França, na Martinica (2003), Festival “Ohrid Summer”, Macedônia (2006), Festival “Birgitta ”, Estónia (2008), Festival“ Amber necklace ”, Kaliningrad (2009), Festival de Música Clássica“ Parade of Bands ”, Cazaquistão (2013), um concerto de gala - Pequim, China (2004 – 2010).

Em 2005, o "Imperial Russian Ballet" foi selecionado para participar das apresentações de gala, no lançamento da Thai Airways. Apresentações foram realizadas na Tailândia e em Cingapura. A CNN, especialmente para esta ação, gravou um vídeo sobre Moscou com a participação de "Imperial Russian Ballet", que foi ao ar por três meses na região asiática. Em 2006, nas cidades de Pula e Rijeka (Croácia), o “Imperial Russian Ballet” participou do evento beneficente da Associação “League Against Cancer”.

Em 2008, em São Petersburgo participou do fundo de caridade "Give Life".

Em 2009, Gediminas Taranda fez a estreia de “O Lago dos Cisnes” na água, juntamente com o nado sincronizado na piscina olímpica Water Cube de Pequim.

Em 2010, o Estádio Olímpico de Moscou realizou uma grande apresentação do novo BMW Série 5, cujo produtor foi Gediminas Taranda junto com o “Imperial Russian Ballet”.

Em dezembro do mesmo ano, os parisienses em pé saudaram a estreia do novo espetáculo “Simfonikmaniya” com o Novaya Opera Theatre e Dmitry Malikov, que aconteceu em Paris no Palais de Congres. Em novembro de 2011, o Primeiro Ministro realizou um espetáculo brilhante “Pianomania” com o “Imperial Russian Ballet” Dmitry Malikov, coro e orquestra do Novaya Opera Theatre, no Palácio do Estado do Kremlin. Em janeiro de 2013 e 2014, o “Imperial Russian Ballet” participou do projeto “Operamaniya” no Cazaquistão (Almaty) e no teatro “New Opera” (Moscou).

Uma história de quinze anos está conectada com o festival anual em Mikkeli na Finlândia, onde ele passou muitas estreias do “Imperial Russian Ballet” com estrelas mundiais de primeira magnitude - esta é uma visão incompleta do movimento do festival “Imperial Russian Ballet”.

A estreia de produções clássicas, nos últimos anos, são o pano de fundo de ouro da arte do balé - "Romeu e Julieta" por Sergei Prokofiev, "O Lago dos Cisnes", "Nutcracker", "Bela Adormecida" Tchaikovsky, "Carmen" por Bizet-Shchedrin, "Walpurgis Night ”Charles Gounod,“ Bolero ”de Maurice Ravel, Polovtsian Danças da ópera“ Prince Igor ”de Alexander Borodin,“ Scheherazade ”de Nikolai Rimsky-Korsakov,“ Les Sylphides ”,“ Bola fantasma ”de Frederic Chopin,“ Don Quixote ”Por Ludwig Minkus, cantata cênica de Carl Orff“ Carmina Burana ”, eco-balé de Philip Glass“ Vôo sobre a lenda ”e outros.

"Imperial Russian Ballet”- é a unidade e integridade da escola de balé russa, tradição e continuidade que são passadas de geração em geração, não estão sujeitas nem a tempo nem a espaço e são percebidas como o verdadeiro império criativo.

11/05

20h

Centro de Convenções - Auditório Master

Central de Ingressos do Brasília Shopping

Eventim

Valores:

Ingressos*:
– Poltrona Front Gold: R$ 180,00 (meia)
– Poltrona Gold: R$ 120,00 (meia)
– Poltrona Lateral: R$ 100,00 (meia)
– Poltrona A: R$ 90,00 (meia)
– Poltrona B: R$ 80,00
– Poltrona Superior: R$ 60 (meia)

Para o mapa dos assentos acesse o site da EVENTIM

– Meia-entrada: estudantes, idosos acima de 60 anos, professores da rede pública e funcionários públicos.

Desconto de 60% sobre o ingresso inteiro:
– Assinantes do jornal Correio Braziliense.

Desconto de 50% sobre o ingresso inteiro:
– Portadores do cartão Brasília Show, a ser impresso gratuitamente no http://www.ohartes.com.br/cartao-brasilia-show.
– Doadores de 2kgs de alimento.
– Assinantes do jornal Correio Braziliense.

*Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Seu número de telefone (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Compartilhe:

Comente:

Outros Eventos

Teatro

Mauricio Meirelles

Teatro

Moana – O musical

Teatro

Tirulipa

Teatro

Baby Shark

Participe das nossas promoções e receba novidades por e-mail, SMS ou correios.

Quero Cadastrar